29 de mai de 2011

O Shih Tzu.

Especialistas acreditam que o Shih Tzu tenha se desenvolvido na China a partir de cruzamentos entre o Pequinês e o Lhasa Apso e oferecidos como presente pelo Dalai Lama tibetano ao imperador da corte chinesa. Como os cães oriundos desses cruzamentos lembravam um leão, recebeu o nome Shih Tzu (cão-leão, em chinês).
Os cães de criação da corte eram selecionados com grande cuidado e, a partir daí, o Shih Tzu se desenvolveu.

Originário da China Ocidental, esse cão foi por muito tempo uma das raças favoritas dos imperadores chineses, que o criavam na Cidade Proibida de Pequim. A criação do cão na corte era delegada a certos eunucos (homens castrados que tomavam conta dos haréns), que competiam entre si para produzir os melhores espécimes, que seriam destinados ao Imperador. O Shih Tzu foi o cão de companhia em casas nobres (principalmente da família real) durante praticamente toda a dinastia Ming. Durante a revolução, um grande número de exemplares foi destruído e poucos escaparam das facas dos invasores.

CARACTERÍSTICAS

* Tamanho: pequeno Área de
* Criação: pequena
* Agressividade:Baixa
* Atividade Física: Moderada
* Longevidade: 13 a 15 anos.
* Temperamento: dócil, amoroso, leal, alegre e disposto.

CLASSIFICAÇÃO

* Grupo 9 - Cães de Companhia
* Seção 5 - Raças Tibetanas
* Padrão FCI nº 208 - 20 de abril de 1998. País de origem: Tibet
* País Patrono: Grã-Bretanha
* Nome no país de origem: Shih Tzu
* Utilização: Companhia. Sem prova de trabalho.
* Aparência Geral: robusto, pelagem abundante com um distinto porte arrogante e uma cabeça parecendo um crisântemo.
*Comportamento/Temperamento: inteligente, ativoe alerta. Carinhoso e independente.
* Cabeça: larga, redonda, larga entre os olhos. Despenteado (revolto) com pêlos caindo bem sobre os olhos. Boa barba e bigodes, pêlos crescendo acima da trufa dando um distinto efeito de um crisântemo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.