14 de jul de 2011

Cruzar X Castrar seu Shih Tzu.

Muitos proprietários de Shih-Tzus se veem pensando nestas questões castrar seu cão , não castrar, ter filhotes dele....o que fazer?!! Não é uma questão muito simples afinal somo seres intensamente ligados por laços afetivos aos nosso a ancestrais e progenitores e, por isso muitas vezes é que pensamos que precisamos da continuidade de nosso amigo peludo através de seu filhote, o que necessariamente não está incorreto já que somos emotivos.
Porém deve-se levar em consideração muitos fatores, vou falar primeiramente sobre a castração.
Sabe-se que a castração é um método contraceptivo definitivo, o qual o cão não poderá mais reproduzir. Este é na minha opinião o único contra da castração, é claro que é um ato cirúrgico que envolve cuidados pós operatório, especialmente em fêmeas, mas atualmente os métodos cirúrgicos estão bastante evoluídos e é recomendadíssimo que se procure por excelentes profissionais e se investiguem seu histórico antes de qualquer procedimento em seu cão. À favor da castração existe para a fêmea o não incômodo (para muitos proprietários) do cio, o menor risco de aparecerem câncer de mamas entre outros, para o macho ele não precisará demarcar seu território, e ambos serão normais sem qualquer problemas psicológico por não ter cruzado nem uma vez, e quanto mais cedo for realizada a intervenção cirúrgica (castração) melhores serão os benefícios, converse sempre com seu veterinário de confiança.
Existe também a castração química que não necessita de cirurgia, algo que segundo leituras que realizei é muito novo e há controversas entre pesquisadores, médicos veterinários e protetores de animais, eu também não tenho opinião formada sobre o assunto e acredito que o mesmo deve sim ser muito debatido para que não prejudiquemos nossos cães, por isso amigo do nosso blog, pesquise sobre a castração química, pergunte ao profissional de confiança e depois comente aqui o que ouviu será muito bom para todos.
Há também muito mais leituras sobre castração que você pode e deve fazer antes de qualquer decisão.
Quanto á cruzar, muitos proprietários de canis, incansavelmente recomendam o não cruzamento para proteger a raça porque eles se preocupam muito com ela, pode até ser que alguns realmente se preocupem, mas na maioria das vezes querem apenas eliminar concorrência. Outros são criadores responsáveis, que estudam, que se preocupam com cruzamentos mal estudados ou nem um pouco estudados feitos à revelia, estes cruzamentos é que acabam om uma raça e a tornam distorcida de suas origens.
Bem aqui vai a minha opinião, não sou contra cruzamento domiciliar, desde que seja responsável de verdade, ou seja, que os cães sejam padrão, que sejam saudáveis, que possuam genética e temperamento de acordo com a raça, que tenham acompanhamento veterinário, com exames, ultrasonografia, que seja realmente bem feito, caso o proprietário não tenha recursos pra isso, então castre seu cão e não coloque em risco a vida dele e as características da raça, isso sim é amar o seu cão é querer o melhor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.