12 de jul de 2011

Filhote macho ou fêmea.

Então você decidiu que o Shih Tzu é a raça certa para você.
Deixe-me adivinhar...você decidiu que quer filhote e fêmea. Acertei? Afinal, filhotinhos se adaptam melhor ao novo lar e uma fêmea não marca território, não é mesmo? Errado!

O Shih Tzu é uma raça tão adaptável que não há o menor problema em considerar levar um cão mais maduro, que são mais fáceis de treinar, ao invés de insistir em um filhote. Isso é particularmente verdadeiro quando se compra um cão para exposição de beleza, porque você já sabe exatamente o que está recebendo.

O Shih tzu é uma raça que amadurece lentamente e os filhotes precisam de mais tempo com suas mães e irmãos. Evite levar cães com menos de 12 semanas de vida.

Freqüentemente, os criadores têm cães com mais idade, como campeões, aposentados ou cães promissores que não viraram para exposição, que poderiam passar o resto de suas vidas sendo mimados como animais de estimação.

Quanto ao sexo, a fêmea também marca território. Seja macho ou fêmea, podem marcam território. E depende muito da personalidade de cada cão, se ele será mais fácil ou não para ser treinado e não depende exclusivamente do seu gênero (ser macho ou ser fêmea). Em resumo, quero dizer o seguinte: se há mais machos ou fêmeas convivendo juntos, é normal que os machos tendam a marcar mais, mas isso não é regra, há exceções. Por outro lado, não significa que ter uma fêmea que ela fará tudo sempre no local indicado para as necessidades, isso vai depender muito da sua personalidade. Dar preferência por fêmeas pelo fato de serem mais fáceis para serem treinadas, acho bem complicado e nem sempre dá certo. Há machos super dóceis e que fazem tudo certo, e aqui em casa eu tenho dois assim. Mesmo convivendo em matilha, querem nos agradar e fazem sempre o pipi no lugar certo. Por isso, tenho convicção de que nada adianta escolher exclusivamente por sexo para garantir isso.

De qualquer forma, o melhor para o animal de estimação é a castração; para ajudar a reduzir ou eliminar os comportamentos indesejáveis relacionados com o sexo e as doenças ligadas à reprodução. (piometra e etc)

Outro mito é: os machos são menos carinhosos que as fêmeas. Os Shih Tzus sempre foram criados para serem cães de companhia e ao contrário de muitas raças maiores, eles não têm diferenças de temperamento ligadas ao sexo. Alguns machos são tão carinhosos quanto as fêmeas (alguns dizem que até mais) e um Shih tzu agressivo de ambos os sexos é um desvio de temperamento da raça e é altamente indesejável.

Por outro lado, observo também, que na verdade o objetivo principal para a preferência maciça por cães do gênero feminino é o intuito de ter pelo menos uma ninhada. Para esses, recomendo leitura do artigo "Antes de acasalar seu cão, leia e reflita" por Camilli Chamone. (http://www.blog.villechamonix.com/2010/12/antes-de-acasalar-seu-cao-leia-e.html).

Agora, se o seu objetivo é começar uma criação, comece estudando; comprando literatura estrangeira; pesquisando sobre doenças genéticas; leia o padrão diversas vezes até chegar a conseguir interpretá-lo; frequente exposições de beleza, converse com sérios e dedicados criadores da raça e descubra qual é o seu tipo preferido. Estabeleça metas a longo e curto prazo e depois disso, comece a criar! Seja exemplo e não estatística. O declínio das raças se deve aos proprietários, que cruzam seus cães de estimação e aos comerciantes de cães que produzem e jogam no mercado milhares e milhares de cães por ano.

Depois de selecionado um criador adequado (e para isso é preciso dedicar tempo e energia para aprender sobre a raça e como reconhecer um criador responsável), entre no canil de cabeça aberta. Ouça as opiniões do criador sobre quais os cães são mais adequados ao seu estilo de vida. Lembre-se, o criador convive com aqueles cães desde que nasceram, não por apenas por uma tarde. No final, você irá descobrir que sexo e idade, bem como, tamanho ou cor, são as características que menos importam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.