14 de jul de 2011

Manutenção dos olhos e ouvidos do Shih Tzu.

Por ter o globo ocular grande, levemente saliente e rodeado por abundante pelagem, os olhos do Shih Tzu são naturalmente mais expostos ao contato com agentes externos, a exemplo dos próprios pêlos que os circundam. Isso não só resulta num lacrimejamento mais intenso que o da maioria das raças como também numa particular tendência a inflamações locais. Já ouvi muitas pessoas chamado de lágrima ácida, mas a lágrima tem Ph neutro, se fosse ácida causaria corrosão do pelo e muitos problemas. Para minimizar a possibilidade de ocorrerem, mantenha a região livre de pelos compridos, prendendo-os ou cortando-os, e limpe periodicamente ao redor dos olhos. O ideal é que essa limpeza seja feita, pelo menos, duas vezes por semana. Há cães que produzem grande quantidade de lágrima, em excesso, existe intervenção cirúrgica para esses casos, converse com o veterinário de confiança. Você pode também para diminuir esta produção realizar massagens circulares leves ao lado dos olhos, todos os dias.
Use algodão embebido em soro fisiológico ou em água filtrada. A boricada, de acordo com alguns especialistas em oftalmologia, quando usada com freqüência, pode inflamar a vista, porque contém boro, substância irritante.
O mais aconselhado é que seja feita toda semana e há produtos específicos para isso.
Para diminuir o risco de surgirem as famosas otites (inflamações de ouvido), só há um caminho: limpeza regular. O mais aconselhado é que seja feita toda semana. Há produtos específicos para isso. Lembre-se de que uma limpeza malfeita pode ferir o cão. Portanto, informe-se sobre como executá-la ou deixe-a a cargo de quem domina a técnica. Como o Shih Tzu tem muitos pêlos dentro dos ouvidos, também é indicado retirar parte deles. Do contrário, sujeira e umidade se acumulam mais facilmente no local, favorecendo o aparecimento das inflamações. Em geral, a remoção desses pêlos não precisa ser feita com muita freqüência: a cada dois meses costuma ser eficiente. Antes de arrancá-los, para que o cão não sinta dor, é necessário amolecê-los, o que, em geral, é feito colocando um pequeno punhado de uma substância em pó, disponível no mercado para essa função. Em seguida, segure o chumaço de fios e puxe-o com firmeza. Na dúvida, também deixe essa missão para quem tem experiência no assunto. Afinal, ninguém quer machucar o próprio mascote e, caso ele se traumatize com a primeira experiência, talvez não seja fácil convencê-lo a se submeter às próximas.
Pode acontecer de um filhote chegar em casa e você perceber que ele balança com frequência sua cabeça e também coça sua orelha e "reclama", mesmo sem ele nunca ter tomado banho, acontece que em uma ninhada pode aparecer ácaros, que você nota ao realizar a limpeza dos ouvidos, eles são visíveis à olho nú, o algodão sai sujo com tom amarronzado e parecendo ter pequeninas bolinhas, essas bolinhas podem ser o ácaro que tanto irrita o filhote. O ácaro também pode aparecer em adultos. Neste caso continue com a limpeza normal e procure um veterinário para que ele examine e forneça o tratamento que deve ser seguido à risca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.